Corrupção no Brasil, by USA.

shutterstock_128008547

astamatines.com

Incrível: estava passeando pelos últimos e-mails de Hillary Clinton desclassificados (no sentido de liberados), quando, curioso com que veria se pesquisasse “Brazilian corruption”, recebi um guia da corrupção no Brasil de 1992. Alguns nomes são os mesmos ainda hoje. No caso de Odebrecht, por exemplo, era Norberto, agora é Marcelo. Collor continua um case para estudo tanto ontem como agora. Se apenas copiasse o material, desformataria-o, e seria difícil de lê-lo com tudo em maiúsculas e sem parágrafos, empastelado. Assim, fotografei toda a aula de corrupção, que reproduzirei aqui em 14 quadrinhos. Não tenho

The Economist

The Economist

tempo para fazer a tradução do inglês para o português. Quem não o souber, porém, só de passar os olhos verá  “jeitinho”, siglas de partidos e nomes dos suspeitos de sempre. Quando um quadro acaba sem ponto final ele continuará no seguinte. Quando isso não acontecer, é porque o restante era insignificante para ocupar um espaço sozinho, lembrando que o texto, escrito em 1992 e desclassificado em 2012, não traz nenhuma novidade bombástica. Vale pela aula de corrupção para os diplomatas do Departamento de Estado e os agentes dos serviços de inteligência que lidavam com o Brasil. Vamos lá (os espaços em branco são censura):

how-the-petrobras-sa-adr-corruption-scandal-has-affected-sete-brazil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s