Escritos com a pele

Texto no telex não tem volta. Teclada a primeira palavra, passa-se à segunda, e assim até o ponto final, sem retoque, sem delete, sem esc ou ctrl+c e ctrl+v. Para repórteres na guerra do Líbano, em 1982, era  escrever com a pele — direto do cérebro à ponta dos dedos. Foi uma ótima escola de jornalismo. Neste blog, textos ESCRITOS COM A PELE.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s